<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, janeiro 01, 2004

Desejo a todos um excelente ano de 2004!!!

sexta-feira, setembro 05, 2003

Frase do dia:

"Bush é apenas um servidor dos profetas da extrema-direita americana, que acreditam que a América é o modelo universal e definitivo das virtudes políticas e morais a quem Deus cometeu o encargo de exportar a sua doutrina, pela força se necessário, através do mundo inteiro".

Foi por isso que o Senhor Blair, primeiro-ministro Inglês, oriundo de um partido mais de esquerda, os Labour Party, apoiou inequivocamente os EUA.
Talvez tenha sido essa a razão que os Josés ( Aznar e Durão Barroso ) da Península Ibérica tenham apoiado o senhor Bush na guerra do Iraque.
É preciso ter algum discernimento quando se fazem certo tipo de afirmações. É preciso pensar antes de vir a publico afirmar tais calúnias.
Senhor Miguel Sousa Tavares pode não gostar do Senhor Bush, mas fica-lhe mal dizer que os EUA são governados pela extema-direita.
Pois o povo do EUA vivem numa democracia, ao contrário de outros povos que são tortorados, marginalizados, vivem em condições paupérrimas e que o sistema político vigente é a ditadura tanto de direita( a chamada extrema-direita) como de esquerda.

Problema dos Socialistas

O Partido Socialista em Portugal anda à deriva, o que até é normal, pois (des)governaram durante 6 anos e estar na oposição é algo bastante diferente.
Mas o problema é mesmo dos Socialistas “andarem à deriva”, e basta ver o exemplo do Partido Socialista Espanhol (PSOE) que esta na oposição já alguns anos e que como não sabe o que dizer ou fazer, va a «cejar en ese empeño» de buscar problemas «todos los meses que hagan falta y todas las veces que hagan falta».
Afinal é um problema crónico, coitados…

O PCP

Não sou eu que digo:
"Se isto continuar, o PCP vai continuar a arrastar-se mas não vai morrer. Será como uma longa agonia." Com esta frase um militante comunista caracterizou ao PÚBLICO a forma como vê o estado do seu partido no momento em que se inaugura a 27ª edição da Festa do "Avante!".
Ao ponto que o PCP chegou?!...

quinta-feira, setembro 04, 2003

Problema de Saúde

Luís Filipe Pereira, ministro da Saúde, veio ontem dizer, no Parlamento, que apenas faleceram 4 pessoas em Portugal devido as altas temperaturas que se fizeram sentir nos meses de Verão, segundo os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Por mais que queira acreditar no senhor ministro da Saúde, e não só sou eu, Nuno Pacheco que escreve hoje o editorial do Público, não conseguimos. Pois basta pensar que no exemplo Francês, onde faleceram 11.435. E por muito que se diga que os franceses são muito mais do que nós, eles também tem outros serviços de saúde e até melhores do que os nossos. Nuno Pacheco escreve hoje o editorial do Público

Houve sem duvida faltas de campanhas públicas de sensibilização através dos media, que ajudassem a evitar a tragédia, e também a ausência de climatização em muitas instalações do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Creio que o ministério da Saúde poderia ter feito mais e melhor, mas também que é ridículo a oposição vir pedir a demissão do ministro por esta situação.

O ministro Luís Filipe Pereira tem procedido até agora bastante bem e como tal continuo acreditar no trabalho dele.

Que PS?


Este é o Partido Socialista que nós temos, basta falar em cumprir regras querem fugir logo...

Novo líder do PP Espanhol

Temos um novo líder do Partido Popular Espanhol, que se chama Mariano Rajoy, vamos ver como é que ele se comporta.

Julgo que para os nuestros hermanos basta estar a altura do actual primeiro-ministro José Maria Aznar, ou será que estou errado?

Deixo aqui o algumas declarações do senhor Mariano Rajoy.

terça-feira, setembro 02, 2003

Férias

Depois de uma temporada desgastante tanto a nível físico como psicológico, prometi a mim mesmo que precisava de umas ferias bem calmas e distante de tudo.

Apostei numas férias a viajar com os meus pais, não me arrependi.

Primeiro fui passear pelo norte do país: Braga, Viana do Castelo, Guimarães, Aveiro, Terra Nostra, Porto, e por fim fiz um Cruzeiro no rio Douro – excelentes paisagens, péssima qualidade da empresa.

Depois fui 10 dias para os Países Nórdicos: Suécia, Noruega e Dinamarca.
Assim vale a pena viver, que qualidade de vida.

Era bom que a Assembleia da República em vez de pagar deslocações de deputados para assistirem a jogos de futebol, organiza-se viagens para os Presidentes de Câmara verem o que de melhor há neste mundo a nível de: urbanismo, ambiente, parques de lazer, etc.

Claro que não podia acabar as férias sem dar um mergulho no mar…


O resurgimento

Depois de algum tempo afastado, devido a motivos profissionais e também de lazer, julgo que chegou a hora de ressuscitar o meu blog.

E começo com um tema que é bastante sensível a todos os portugueses que é o do défice orçamental.

A Comissão Europeia congratulou-se hoje com a previsão de défice orçamental de 2,9 por cento do PIB. Porque sabe que o actual Governo esta empenhado na manutenção do défice orçamental abaixo dos três por cento.

Os partidos da oposição de certo que também estarão contentes com esta previsão, mas por razões diferentes da Comissão Europeia, pois tem mais uma oportunidade para criticar o actual Governo.

A minha posição sobre este problema é de realmente dar os parabéns a senhora ministra das Finanças pois ela nunca se desviou da política financeira que este Governo decidiu, e julgo que esta política vai conseguir bons resultados.

Para acabar, cria citar uma senhora por quem tenho muita estima que é a senhora Margaret Thatcher. Foi uma frase que ela disse no Congresso do Partido Conservador em 1981 e que diz o seguinte:

“Nada neste mundo causou mais danos à Grã-Bretanha do que as hesitações sem fim a que assistimos nestes últimos anos. A partir do momento em que se decide uma política, o primeiro-ministro e os seus colegas deveriam ter a coragem de não se desviarem dela.”

Antes da senhora Thatcher governar a Grã-Bretanha em 1979, esta tinha sido (des)governada pelos socialistas. Julgo que não é preciso dizer mais nada…

terça-feira, julho 08, 2003

Vivemos em alguma República das Bananas?

A justificação dada por Alberto Martins, deputado do PS, para se ter deslocado à final da taça UEFA em Sevilha foi "trabalho político"?! ( parece piada mas não é).
Mas mais grave foi a mesa da Assembleia da República ( das Bananas ) aceitar!!!
Vale a pena ler o artigo do Eduardo Dâmaso, no Público.


Descubra as diferenças:

Vladimir Ilitch Lenine:
“ Não há uma única questão política ou organizacional importante que seja decidida por qualquer instituição pública da nossa república sem a instrução directiva do Comité Central do Partido.”

Benito Mussolini:
“ Nós somos um Estado que controla todas as forças que actuam na natureza. Controlamos as forças políticas, controlamos as forças morais, controlamos as forças económicas.”

José Estaline:
“ A ditadura do proletariado é, em essência, a ditadura da sua vanguarda e a ditadura do seu partido enquanto principal força dirigente do proletariado.”

Eu não consigo descubrir?!

segunda-feira, julho 07, 2003

Afinal quem mente melhor?

O próximo Congresso do CDS/PP em Setembro não conta com a ala dos monteiristas, mas já começa a levantar polémica e criar divergêncais internas, vá-se lá saber porquê???


Dra. Maria José Nogueira Pinto:

É verdade que, antes do dr. Paulo Portas ir testemunhar ao tribunal de Monsanto, no âmbito do processo Moderna, falou consigo no sentido de poder tomar a liderança do partido no caso de as coisas correrem mal?

O que é verdade é que, estatutariamente, o presidente do conselho nacional, cargo que eu ocupo, tem, no momento de crise, particulares responsabilidades. O que eu lhe posso dizer é que, obviamente, tratando-se de um assunto sério, e mais ainda tratando-se de um partido que neste momento faz parte da coligação, todos os mecanismos que estatutariamente estão previstos estavam preparados para ser accionados, caso fosse necessário. Felizmente não foi, e por isso também não foram accionados.

Mas essa conversa existiu?
Eu e o dr. Paulo Portas conversamos muitas vezes. Temos que conversar muitas vezes, por várias razões. É o que eu posso dizer.


Dr. Paulo Portas:

"Já agora quanto ao procedimento, se essa teoria da sucessão fosse verdade, certamente teria falado com alguém antes de falar com o conselho nacional e a sua presidente. Por exemplo com o primeiro-ministro; por exemplo, com os meus colegas do CDS no Governo; por exemplo, com o presidente do grupo parlamentar; por exemplo, com o secretário-geral; por exemplo, com os 19 membros da Comissão Directiva do CDS..."
Aliás, segundo os estatutos do CDS, a haver substituição do presidente do partido, esta é feita pelo vice-presidente (cargo que, actualmente, não existe) ou pelo secretário-geral.


Dr. Luis Mota Soares:

"Primeiro nunca houve uma conversa entre o dr. Paulo Portas e a dra. Maria José Nogueira Pinto acerca do assunto da sua sucessão, porque nunca houve uma conversa do dr. Paulo Portas a ponderar um cenário de sucessão", diz Mota Soares, continuando: "Em segundo, se porventura tivesse havido uma conversa do dr. Paulo Portas acerca da sua sucessão, essa conversa não teria sido com a dra. Maria José Nogueira Pinto."
Este dirigente do CDS vai, no entanto, ainda mais longe, dando a entender que a presidente do conselho nacional possa, de facto, ter querido suceder ao ministro da Defesa. "Em terceiro, depois de ter lido no PÚBLICO, eu até admito que a dra. Maria José Nogueira Pinto tenha tido conversas e reuniões sobre a sucessão. Só que não foram com o dr. Paulo Portas", conclui Mota Soares.


domingo, julho 06, 2003

Para pensar?
" As maneiras são mais importantes do que a lei (...) A lei toca-nos, mas apenas aqui e ali e de tempos a tempos. As maneiras são aquilo que vexa ou tranquiliza, corrompe ou purifica, exalta ou humilha, barbariza ou refina, através de uma operação constante, regular, uniforme e inconsciente, como o ar que respiramos". Foi o argumento mais importante para a reforma moral, e foi protagonizado por Edmund Burke.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?